Um (pequeno) prelúdio.

E aí, senhoras e senhores, como estão? Hoje seria o dia, segundo minha agenda super desorganizada, onde o especial heroico aqui do Reduto daria uma pausa, já com um filme especialmente separado para a ocasião. Digo, separado mentalmente, já que ele desapareceu de todas as fontes legítimas, para o desespero do meu eu que gosta de …

Continue lendo Um (pequeno) prelúdio.

Anúncios

Is the sword the only answer?

Recentemente – para ser mais exato, três semanas atrás - comecei a ler uma novel e até agora não parei. 1040 capítulos, com aproximadamente 4.000 palavras cada, foram lidos e ainda faltam mais seiscentos para terminar, e olha que estou lendo todo santo dia, o dia todo. Então, para comemorar esse clima oriental e mais que moderadamente daoísta, e tirar um pouco da poeira aqui do Reduto, trouxe um dos meus filmes favoritos, extremamente adequado para esse especial heroico do blog: “Herói” (Hero; Ying Xiong;英雄, 2002), filme chinês dirigido por Zhang Yimou e estrelado por Jet Li, Donnie Yen, Tony Leung, Zhang Ziyi e Maggie Cheung.

Aleatorismo, parte quinze.

E aí, senhores e senhores, como estão? Depois de outro hiato fora da programação e causado por fatores alheios ao meu controle (PC com problemas, internet com problemas, tempo com problemas, muitos problemas), aqui estou! Por enquanto, não trarei outro dos meus textos de proporções gigantescas, mas uma pequena citação. Tempos atrás, creio que ainda no …

Continue lendo Aleatorismo, parte quinze.

Do not look to the executioner for the reason his blade falls.

E aí, senhoras e senhores, como estão? Hoje lhes apresento “Coração de Aço” (Steelheart), Livro I da série Executores, escrito pelo Brandon Sanderson em 2013 e publicada no Brasil em 2016 pela Aleph. Estão prontos para mais algumas citações gigantescas? Confesso que estava com saudade de fazê-las, mas prometo que serei um pouco moderado nelas.

Just an average guy who serves as an average hero.

Boa tarde, meu povo, como vocês estão? Hora de dar continuidade ao bloco heróico aqui no Reduto! A obra de hoje é praticamente o oposto polar da anterior, mas ainda assim é de uma genialidade ímpar: apresento-lhes "One-Punch Man" (ワンパンマン, lê-se Wanpanman, sendo wanpan a contração de wanpanchi, ou one punch... ah as sutilezas do katakana), criado e escrito pelo ONE (assim que se escreve mesmo), inicialmente como web comic em 2009 e adaptado e desenhado para o formato mangá pelo Yusuke Murata, começando a ser publicada pela Weekly Young Jump em 2012. E ainda tem o anime, cuja primeira temporada foi ao ar em outubro de 2015. É muita coisa, mas vamos ver como consigo equilibrar tudo.

There are no good men in this game.

Boa tarde, senhoras e senhores, como estão? Faz tanto tempo que não escrevo apenas sobre um livro aqui que provavelmente não sei mais como fazer (não que tivesse alguma ideia do que fazia antes, mas pelo menos tinha um roteiro, por assim dizer). O livro de hoje foi uma das melhores surpresas literárias que tive esse ano: “Vicious”, escrito pela V.E. Schwab em 2013 e publicado pela Tor Books no mesmo ano (o livro ainda não tem previsão de lançamento no Brasil) e será o início oficial do bloco heroico aqui no Reduto (ainda não escolhi um nome chamativo para ele, quando o fizer, avisarei a vocês). Então, lembrem-se de relevar minhas traduções capengas e vamos lá.